Informações de utilização deste blogue

Para ir vendo todas as obras disponíveis nesta montra, é só ir clicando ao fundo da página em Mensagens antigas ou aceder diretamente via arquivo do blogue (árvore de hiperligações à esquerda do texto).

O Blogue tem ainda dois mecanismos de pesquisa por palavra-chave ( título, autor, etc. ) no texto do blogue na caixa de pesquisa no topo superior esquerdo da página (assinalado com uma lupa) e na coluna lateral esquerda (Pesquisar neste blogue).

Contactos, reservas e encomendas: por e-mail para 2mitodesisifo@gmail.com

INTERNATIONAL SHIPPING RATES under request.

Pagamento disponível através de transferência bancária ou via PayPal (solicitar via e-mail NIB ou paypal e-mail )


sexta-feira, 5 de julho de 2013

Minha Senhora de Mim. Maria Teresa Horta. 2ª edição 1974


Minha Senhora de Mim

Maria Teresa Horta
Editorial Futura
Coleção Nova visão Futura
2ª edição
(1ªedição de 1971 

dos 

Cadernos de Poesia da D. Quixote)
1974

91 p






Minha Senhora de Mim ( infopedia)



Cumpre relembrar, na abordagem da poesia de Maria Teresa Horta, uma análise de Fernando J. B. Martinho (cf.Tendências Dominantes da Poesia Portuguesa da Década de 50, 1996, p. 144) sobre as formas de que a poesia de amor de David Mourão-Ferreira, enquanto celebração do corpo do desejo, se reveste, descrevendo umagraduação pela qual "a expressão do 'desejo' pode ir do alusivo, por uma aproximação metonímica que evitadizê-lo claramente [...] ao metafórico, que, todavia, se não inibe, pela veemência exclamativa de ir além dasimples sugestão [...] e à sua aberta assunção". Enquanto a poesia do autor de A Secreta Viagem manifesta uma preferência pela aproximação sinedóquica do corpo do desejo, percorrendo sobretudo a expressão alusiva e metafórica do desejo, numa poesia em que "tende a evitar-se o que não conte com a cumplicidade imaginativa do leitor e, assim, se aproxime perigosamente do literal", a poesia de Maria Teresa Horta, marcada até certo ponto pelo contexto e intenção iconoclasta da coautora das Novas Cartas Portuguesas, não teme, embora incluindo o discurso metafórico, sinedóquico e metonímico, uma "aberta assunção" da expressão do desejo. Emcomposições como «O Meu Desejo», «Poema ao Desejo», «Entre Nós e o Tempo» ou «Rosa», situadas naterceira parte de Minha Senhora de Mim, a linguagem despe-se o mais possível de véus retóricos que retardem a expressão da exaltação do corpo, da sensualidade, do erotismo, do sexo. A libertação da linguagem que nomeia o "espasmo", o "esperma", as coxas entreabertas "no início dos teus beijos" ou "a raiva do punhal que enterras/ no sol pastoso / do meu ventre" funciona, pela sua subversão e violência, a um nível mais elevado, como libertação da condição feminina e da condição humana face a convenções racionais, morais e sociais, castradoras da manifestação do ser humano numa totalidade em que o corpo e o desejo foram a última cidadela da censura.



Exemplar com miolo e capa em estado excelente. 



Preço 15€  

com portes registados incluídos para Portugal Continental e ilhas

+ 8€ para correio registado internacional normal
UPS ou correio rápido a orçamentar

Pedidos a 2mitodesisifo@gmail.com ou em www.leiloes.net


Sem comentários:

Enviar um comentário